Sentimento Mediano

"Temos tantos sentimentos, que é frequente persuadir-nos de que somos sentimentais..."

Tentar

.
.

Você não sabe o que se faz aqui
Você não sabe o que se passa aqui
A gente tenta , a gente tenta
Seguinfo forte a corrente não arrebenta (e a gente tenta)

A ilusão que se forma aí
Pode ser bem diferente daqui
Se é assim, continuará
Quem vive, sabe bem o que há (e a gente tenta)


A gente tenta abrir nossos caminhos
Muito seguro sem se sentir sozinho

A gente tenta transformar um mal momento
Pôr um sorriso e a alegria vai crescendo

A gente tenta, a gente tenta
Tentar, tentar

Ô Jah, me daí forças para lutar
Se eu cair que possa levantar
E levantando que possa andar
Na resistencia da fé que é amar

Tentar, Tentar

Tentei Ôh jáh
Tentarei Oxalá


_

21 comentários:

Pobre Esponja 14 de junho de 2009 17:30  

Legal esse blog pregar a sensibilidade, a reflexão. Tbm sou poeta, e acredito que a poesia tem de vir da alma, mas também temos de estar sempre estudando e lendo os clássicos, para evoluirmos sempre.

abç
Pobre Esponja

*Teta de Nêga* 14 de junho de 2009 17:35  

Adorei! Parabéns pelo blog!

Marton Olympio 14 de junho de 2009 20:33  

Esta parecendo letra de música.. é?

:)

http://martonolympio.blogspot.com/

Canto do Lufa 14 de junho de 2009 20:54  

O importatne quando cair é exatamente isso

Se levantar!

JuANiTo 14 de junho de 2009 21:10  

Marton.


Isso mesmo.

Marcus Alencar 15 de junho de 2009 00:10  

O importante de tentar é ser capaz de continuar sem pensar em desistir. Isso por si só já significa muito para quem quer se superar. gostei do poema

JacK B. 15 de junho de 2009 00:18  

Dizem que a vida dos brasileiros são assim né, sempre tentando sem nunca descansar. As vezes parando para recobrar as forças, mas sempre no ciclo vicioso de tentar pra vencer e vencer pra tentar.

=)

Vivica Bolacha 15 de junho de 2009 00:30  

"Se eu cair que possa levantar"

LEMA DE VIDA! Always!

Beijos

Andrei Vinicius 15 de junho de 2009 08:10  

E eu tento...eu tento..eu tento!
Adorei decifrou minha vida esse poema

blog 15 de junho de 2009 08:16  

Imagino que seja "letra" de música. E imagino também que o ritmo seja o reggae - por conta das referências.
Gostei do sincretismo. E, claro, da idéia de não desistir.
Valeu.

Ipsis Litteris

Luh 15 de junho de 2009 10:02  

Confesso que não sou muito fã dos versos... mas me identifiquei com os seus. Belo poema!
E vamos lá "na resistência da fé que é amar" =)

Leandro Rocha 15 de junho de 2009 13:40  

òtima qualidade dos textos.
Paabéns.

Hiroshi 15 de junho de 2009 17:34  

bacana... textos de boa qualidade... parabéns...

Tolerância Zero 15 de junho de 2009 17:41  

e continuo tentando............
ce ta dimais nos textos..

Telenotícias 15 de junho de 2009 18:35  

Belas palavras!Parabéns!
www.blogtelenoticias.com

Felipe Santos e Camila Alvarez 15 de junho de 2009 18:52  

\o/

levantei a mão pro alto e aplaudi

abação

entra no meu site de poesias

www.felipepensador.blogspot.com

abraços

http://www.surfinsantoss.blogspot.com/

Kallynka 16 de junho de 2009 09:39  

Muito bom seu blog!!!! Lindo poema!!!Parabéns!!!

http://kallynka.wordpress.com/

Guiovan Coimbra de Oliveira 16 de junho de 2009 09:55  

o mais importante é tentar para depois que se passar os anos não se arrepender de ter tentado pelo menos correr atrás dos seus sonhos e satisfações...
abraços!!!!!

Agatha 16 de junho de 2009 20:44  

Que bonito, gostei muito.

"A gente tenta abrir nossos caminhos
Muito seguro sem se sentir sozinho" - um grande segredo da vida.

Já sentir-se só deve ser o caminho ao fracasso.

30 e poucos anos. 17 de junho de 2009 09:21  

O importante é não deixar de ter coragem para sempre recomeçar

Bike Machine 3 de agosto de 2009 16:30  

Muito legals parabens mesmo