Sentimento Mediano

"Temos tantos sentimentos, que é frequente persuadir-nos de que somos sentimentais..."

Céu Azul

.
.

Doido não sou,
Você eu não sei;
O que faço é sempre voltado para o bem.
Loucura de um,
Sonho de outro;
Há quem duvide
Que possa alcançar o topo.
A reprova pode ser a prova
Que precisava para continuar
Jornadas, caminhos ou trilhas;
Seja lá do que você chamar.
No amor sofremos,
Na vida também
E isso não é nada além...
O vento se voltará ao seu favor
Se fazer chover boas gotas,
Se fazer surgir das nuvens cinzas
O céu azul.

-

7 comentários:

BIANE LIMA 21 de março de 2009 03:39  

obrigada pela visita em meu blog!
Esse texto é de sua autoria?
De qualquer forma, parabéns!
O otimismo e a paz de espírito que ele transmite são animadores.
Se todos (inclusive eu) agissêmos como descreve esse poema, seríamos, sem dúvida, um pouco mais felizes.
bjO!

Cláu 21 de março de 2009 10:44  

Basta acreditar, basta querer ser!!!
Basta existir!!!

Bjo

Vivica Bolacha 21 de março de 2009 11:43  

Valeu pela visita no blog! Como já perguntaram, o texto é de tua autoria! Muito bacana!

Continua visitando o damasdevermelho.blogspot.com

Beijos

Rafaela Ventura 21 de março de 2009 13:30  

'Se fazer surgir das nuvens cinzas
O céu azul.'


coisas como essa me fazem pensar...
'pq eu faço jornalismo se tanta gente escreve bem melhor q eu...'
[6]


ps. ja favoritou no seu blog o Birra!, hein?

ai ai

JuANiTo 21 de março de 2009 15:28  

Sim. Foi de minha autoria.

.
.
.
Deixa de besteira Rafinha!

Groo 21 de março de 2009 15:40  

Doido eu também não sou. E sempre procuro fazer o bem. Isso é o que deveria pautar nossas ações, na verdade.

jheison 23 de março de 2009 03:50  

a males que vem para o bem

abraço