Sentimento Mediano

"Temos tantos sentimentos, que é frequente persuadir-nos de que somos sentimentais..."

Outra Vez

.
.

Assim como

O chão está sob seus pés

O Céu está lá

Sobre sua cabeça

Pronto para desabar


E o que foi tão fácil

Não mais será

Melhor estar pronto pra recomeçar

Tantas chances

Sem aproveitar

Melhor estar pronto quando sua vez chegar


Parar

Continuar

Decide...



Pesar

Balançar

Decidir....



De-ci-são.


_

Twitter: http://twitter.com/juanitocruz

15 comentários:

Rafael Pedrosa 24 de agosto de 2009 01:12  

Gosto de sites com poemas, ainda mais os bem construidos. Lembro-me até de um site que eu entrava sempre, nem sei a quantas andas.

Bom, pesar, balançar, decidir... nunca fui muito bom nisso, vivo sempre tão cheio de dúvidas que no final acabo escolhendo qualquer uma.

Vini e Carol 24 de agosto de 2009 01:19  

Gostei do poema!
Mas, não sei o que comentar em poemas, pois em sua maioria não são discutíveis. Apenas passam mensagens.

Enfim, bacana esse seu.

Abraço.

Felipe Santos e Camila Alvarez 24 de agosto de 2009 13:28  

bacana....bacana

bem legal mesmo...

decisão é tudo...e tudo é decisão...
é ela que pode mudar sua vida...ou mante-la igual...

parabéns pelo blog

Aloha
http://surfinsantoss.blogspot.com/

Leandro Merlllin 24 de agosto de 2009 13:34  

E em todos esses transtornos da vida, só resta manter a cabeça no lugar e evitar uma desconstrução...
Adorei a construção do poema, tudo mostrando o modo como deve ser: analítico e calmo.

Abraços mil!
Leandro Merlllin
http://olhardesaldejack.blogspot.com/

sequelanet.com.br 24 de agosto de 2009 13:54  

Muito bonito o poema, tou seguindo o blog! :D
abraços

Certas Coisas!|! 24 de agosto de 2009 14:04  

Que fofo, olha Seu poema é lindo, Amei teu poema ... teus versos... sonhar é preciso... e realiza-los tbm... então vamos sonhar sonhos reais desejos sensuais na forma de poetar...

http://euvoustar.blogspot.com

Federal 24 de agosto de 2009 14:14  

muito bom!!

Gabriel Ribeiro 24 de agosto de 2009 14:16  

Acho que é a 1a vez que eu entendo algo em um poema.

Acho super importante a gente aproveitar oportunidades e lutar pelos nossos sonhos. Por vezes, a gente deixa escapar uma chance de ser feliz. Quando vê, fudeu tudo.

Abraço!
Gabriel.

Diego Rodrigo 25 de agosto de 2009 10:26  

Todos nós temos um grande poder em nossas mãos e sequer percebemos. O poder de decidir e tornar o rumo dos ventos diferentes.

Abraços

Ricardo Matos 26 de agosto de 2009 15:49  

DECISÃO essa é a palavra,,, mais "temos que estar prontos?" a verdade que nunca estamos prontos pra coisa alguma... é durante a cominhada que a gente descobre do que é capaz. Não dá é pra ficar parado, temos que fazer acontecer.
ótimo poema.
Parabéns!!!
:)


Se puder da uma passada no meu blog:LOUCURAS DA IMAGINAÇÃO
www.loucurasdaimaginacao.blogspot.com


Sucesso.
Abraços.

Pobre esponja 26 de agosto de 2009 16:03  

O começo me lembrou o estilo do Arnaldo Antunes. Lol.

Estamos aí
Viva a poesia
abç
Pobre esponja

LADY DARK ANGEL 26 de agosto de 2009 17:54  
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Fábio Flora 26 de agosto de 2009 21:31  

Desabar, recomeçar, chegar... Às vezes a rima atrapalha a poesia... Abraços e sucesso com o blog!

Arlindo 30 de agosto de 2009 19:53  

òtemo poema,você tem um jeito com as palavras.

eu não gosto de poemas de rima sucessiva.que não é seu caso,muito bom.

Blog do 31 de agosto de 2009 12:39  

Adorei o texto muito lindo, seu talento com as letras de dará muito sucesso

BLOGdoRUBINHO
www.blogdorubinho.com.br
www.twitter.com/blogdorubinho